Requalificação do Hospital Pulido Valente: Etapas finais do Planeamento em curso

No dia 30 de março, foi iniciado o trabalho referente a uma das últimas etapas constantes do planeamento para o Parque de Saúde Pulido Valente. Foi realizada uma visita técnica entre dirigentes e chefias do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN) e do Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST), parte integrante de um processo, que tem vindo a ser preparado nos últimos dois anos, e que em breve apresentará resultados inovadores e sustentáveis.

Recorda-se que o Hospital Pulido Valente atravessa, no momento, um conjunto de transformações com o objetivo de o tornar no segundo Parque de Saúde da cidade de Lisboa. As estruturas atuais estão a sofrer um processo de otimização, que para além de garantir a área hospitalar tradicional do Pulido Valente instalada, nas especialidades de Pneumologia e Cirurgia, implicará o aditamento de mais camas, que passarão a ser 274 na totalidade: 120 para Cuidados Intermédios, 79 para Cuidados Agudos, 60 para Cuidados Continuados e 15 para Cuidados Paliativos. Irá também integrar nas suas instalações, aquele que será o primeiro Centro Integrado de Diagnóstico e Terapêutica do SNS, a Unidade de Saúde Familiar do Lumiar, a alocação de uma Central de Esterilização Partilhada do SUCH, o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), assim como todos os serviços do Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST).

No Parque de Saúde Pulido Valente serão futuramente disponibilizados aos cidadãos de Lisboa e do país, cuidados de saúde que abrangerão desde a Medicina Familiar à Cirurgia e Internamentos, Meios Complementares de Diagnóstico, Consultas, Cuidados Continuados e Cuidados Paliativos, com efetivos e globais ganhos em saúde.