Centro Hospitalar Lisboa Norte

Conselho de Administração visita o Serviço de Neurocirurgia

No dia 17 de fevereiro, o Conselho de Administração do CHLN, na sequência do programa de visitas a serviços, definido pelo Presidente incluídos no seu plano estratégico de inovação e de investimento para o biénio 2017/2018, visitou o Serviço de Neurocirurgia. 

Na visita em que o Conselho de Administração esteve acompanhado por diversas chefias, das quais se salienta o Diretor do Departamento de Neurociências e Saúde Mental, Prof. Doutor José Ferro, e o Diretor do Serviço de Neurocirurgia, Dr. José Miguens, que fez uma breve apresentação inicial a toda a comitiva, sobre os principais dados do Serviço de Neurocirurgia, em termos da produção e atividade, bem como de algumas contingências do serviço. De realçar que a Neurocirurgia tem, nos últimos anos, aumentado a sua atividade cirúrgica, através do aumento da cirurgia ambulatória, estendida também ao Hospital Pulido Valente, e também pelas cirurgias realizadas, no Serviço de Urgência Central do Hospital de Santa Maria. Outro dado positivo a evidenciar é que esta Especialidade apresenta, em termos de internamento, uma demora média baixa, comparativamente à media global do CHLN e aos Serviços homólogos de outras instituições hospitalares, embora seja uma especialidade que pode ter sempre casos de internamentos prolongados. Em termos de consultas, os números estão estabilizados, embora seja de realçar o aumento de consultas por médico, o que ilustra o esforço dos recursos humanos para dotar o serviço de capacidade de resposta adequada às necessidades vigentes. Foram também abordadas algumas necessidades do Serviço, nomeadamente no que diz respeito à ampliação do número de camas e à necessidade de modulação da capacidade global de resposta clínica, sobretudo em termos de oferta de primeiras consultas, considerando um aumento substancial da procura da Neurocirurgia, após a decisão de haver livre circulação de utentes, o que pode, com a dotação dos meios adequados, ser «encarado positivamente, como um aumento de procura dos nossos serviços e até pode ser uma oportunidade de expansão da nossa atividade», concluiu o Dr. José Miguens na sua apresentação ao Presidente e restante delegação.

O Presidente do Conselho de Administração do CHLN, Dr. Carlos das Neves Martins, teceu algumas considerações e começou por felicitar os profissionais do Serviço de Neurocirurgia pelo crescimento e resultados que têm sido apresentados, após o que refletiu com os presentes sobre a necessidade de ser utilizada uma forma de modulação estratégica, com vista a incrementar os seus resultados e aproveitar-se o seu enorme potencial de crescimento. Um caminho que, salientou o Dr. Carlos das Neves Martins «terá de ser de trabalho permanente, de haver alguma resiliência, mas também alguma serenidade, porque quando temos potencial de crescimento e temos estratégia, é só mesmo uma questão de tempo, tempo esse que deverá, dentro da medida do possível, ser encurtado, por forma a garantir o sucesso da missão e do rumo em curso.»

Seguidamente, teve lugar uma detalhada visita pelos diferentes espaços físicos que compõem este Serviço, onde o órgão gestionário, acompanhado pelos seus assessores técnicos e pelos dirigentes e chefias, pode ainda ouvir as várias opiniões de profissionais e as diferentes sensibilidades sobre quais são principais as necessidades estratégicas da Neurocirurgia, visando adequar a sua capacidade instalada de resposta à crescente procura e, simultaneamente, a sua diferenciação e o seu reposicionamento estratégico do SNS.