Centro Hospitalar Lisboa Norte

Conselho de Administração visita a nova valência de Pedopsiquiatria do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental da Infância e Adolescência

No dia 16 de fevereiro, o Conselho de Administração visitou, no Hospital Pulido Valente, as instalações definitivas da valência de Pedopsiquiatria do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental da Infância e Adolescência, uma importante e nova valência do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN) ao serviço dos pequenos utentes e respetivas famílias, em proximidade com a sua área de residência.

Está assim consolidada mais uma importante e nova área clínica no seio da instituição e esta visita do órgão gestionário serviu para, justamente, reconhecer e agradecer o trabalho e a dedicação dos profissionais a este projeto, que se tem vindo a desenvolver na ótica de uma política de crescente proximidade dos cuidados à população, bem como de outros projetos em curso, já assumidos para o próximo biénio. O Presidente do Conselho de Administração do CHLN deixou a todos os elementos do serviço, algumas palavras de reconhecimento e de incentivo «Acho que estão muito melhor e queria dizer-vos que este é um espaço definitivo. (…) E devemos olhar para este espaço (…), como um novo espaço com uma maior dignidade e sobretudo, com melhores condições de trabalho», afirma. O Dr. Carlos Neves Martins falou ainda de melhorias com o apoio do Poder Local «(…) vamos conseguir planear e fazer, durante o mês de março, em alinhamento com a vossa instalação definitiva, e em conjunto com a Junta de Freguesia, o arranjo da área envolvente, e preparar o terreno para a horta pedagógica com o intuito de fecharmos, em definitivo, o arranjo do espaço físico.»

Após algumas considerações mais específicas, o Presidente do CHLN quis mostrar a todos os presentes, o reconhecimento e o agradecimento público dele e da sua equipa de gestão, ao trabalho desenvolvido pela área de Pedopsiquiatria «Queria também reiterar o agradecimento, que já fiz publicamente, ao Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental da Infância e Adolescência, pelo seu crescimento sustentado, pela forma como têm atraído jovens médicos e futuros especialistas da nossa instituição, de uma forma global. Temos também essa responsabilidade, a de crescermos para formar cada vez mais quadros da Pedopsiquiatria ou quadros de outros serviços, que connosco colaboram, e convosco colaboram. A Pedopsiquiatria está em crescimento, não só em termos do seu quadro de efetivos e do seu plano de ação, mas também em termos das suas instalações, e com vista a consolidar-se num processo de afiliação que nos é muito caro, do ponto de vista da felicidade e da realização da estratégia que temos e que seguimos no CHLN. Está previsto para os próximos meses um arranque mais sólido da afiliação com os dois ACES do Oeste, em que para além da predisposição dos profissionais, vossos colegas que estão na Medicina Familiar e no Centro Hospitalar do Oeste, existe também uma forte disponibilidade do Poder Local, no sentido de facilitar as condições de trabalho, no sentido de garantir o sucesso desta relação e deste processo de trabalho, fora do “perímetro CHLN”. Na opinião do Dr. Carlos das Neves Martins estão consolidadas as bases para um desenvolvimento pleno do Serviço nos próximos tempos «há condições para continuarmos a crescer e para servirmos cada vez mais e melhor aqueles que precisam da Pedopsiquiatria e, de uma forma mais global, do Departamento de Pediatria. Este ano será concluído, esperamos, com resultados muito positivos, tal como foi o ano passado, em termos de serviço e, sobretudo, ainda melhor estribados em termos de infraestruturas, de recursos humanos e principalmente, de capacidade de resposta, no que é uma área fundamental para a instituição. O nosso muito obrigado, em meu nome e dos colegas do Conselho, mas sobretudo um “obrigado” das crianças e dos pais que são, no fundo, a vossa razão de ser e a vossa motivação, assim como a nossa.»

A Professora Teresa Goldschmidt quis igualmente deixar o seu testemunho «Agradeço a vossa presença aqui e também a disponibilização deste espaço, que tem muito boas condições e que vem dar continuidade a um trabalho, iniciado com menos condições em termos de infraestruturas, e porque sabemos que o Dr. Carlos Martins fez questão que pudéssemos desenvolver a nossa atividade num espaço com esta qualidade e, de facto um estímulo, para continuarmos.» A Diretora de Serviço mostrou ainda a sua satisfação e reconhecimento pela equipa pela qual é responsável «(…) devo dizer-lhe também que para mim é uma satisfação estar à frente de um Serviço composto por profissionais, que trabalham com muito empenho, que ao longo da sua vida aqui, tem colaborado com elevada diferenciação, depois de fazerem uma atividade clínica, também ela diferenciada.» Relativamente ao processo de afiliação em curso adianta, «é uma vocação nossa em trabalhar em articulação com os Cuidados Primários de Saúde, sejam os da nossa área sejam os da zona do Oeste e, portanto, creio que vamos continuar a desenvolvê-lo com motivação». Termina, acrescentando com um agradecimento, «sentimos que esta vossa visita e todo o empenho que tem sido colocado neste serviço é amplo um incentivo para a continuação do desenvolvimento da nossa atividade.»

De realçar, que o Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental da Infância e da Adolescência foi criado em janeiro de 2015, no seio do, então também renovado, Departamento de Pediatria e desde essa altura, tem pautado o seu percurso pela excelência e qualidade, honrando aquilo que é a tradição do CHLN.